Não carregue o mundo nas suas costas

Artista: Michał Giedrojć

Artista: Michał Giedrojć

Você já teve a sensação de estar pesado, perdido, inoperante? Sensação de estar carregando mais peso do que pode levar? Deste peso todo, o que é apenas excesso de carga?

É como se justamente quando mais precisamos resolver tudo logo, tudo empaca. Nada parece funcionar e a preocupação só aumenta. Vamos ficando cada vez mais tensos, estressados e daí para frente é só uma bola de neve – os problemas e as cobranças aumentam, a saúde e o bem-estar diminuem.

Então, o que fazer quando percebemos que ultrapassamos o peso máximo que conseguimos carregar?

Quando isto acontece, é hora de parar. É preciso respirar fundo e fazer uso de um grande trunfo: estabelecer prioridades. Aceite que você não conseguirá fazer tudo de uma vez, e que se desesperar só te levará a começar várias atividades e não terminar nenhuma. Veja quais são realmente prioridades,  quais atividades são secundárias e quais estão apenas te ancorando, ou seja, são a carga extra que você está carregando.

E como saber discernir que está te ancorando? A melhor maneira é aceitar as palavras de Fernando Sabino: “o que não tem solução, solucionado está” – afinal, se você sabe como resolver o problema, basta classificar, então, sua prioridade. Se este mesmo problema não tem solução, ele não é um problema, portanto. É apenas um fato ocupando espaço na sua vida, e você precisa deixá-lo ir embora.

“Compreender é difícil. Depois que se compreende, agir é fácil.” – Sun Yat-Sen