A gente não sabe

A gente nunca sabe o que se passa na mente e no coração dos outros.

Os desafetos, desamores
Os desandares, dissabores
As dúvidas, as derrotas
As incertezas e as carências

A gente simplesmente não sabe.

Não sabe, não conhece.

Agimos como aquilo que se vê é aquilo que se é, assim como as transparentes águas.
Mas se mesmo essas escondem perigos e virtudes, o que será daquilo que vemos apenas por fora, pelo que se mostra ser?

wb_pandora

“Caixa de Pandora”, ilustração de Arthur Rackham

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s